Endodentia

Se a polpa do dente (nervo e suprimento de sangue) ficar infectado ou inflamado pela cárie ou por motivo de trauma, o tratamento de canal pode ser a única alternativa… Leia mais

Se a polpa do dente (nervo e suprimento de sangue) ficar infectado ou inflamado pela cárie ou por motivo de trauma, o tratamento de canal pode ser a única alternativa para salvar o dente.Tal procedimento consiste na retirada do nervo dos canais, desinfectando os mesmos, preenchendo-os com cone de guta percha (material inerte, semelhante à borracha) e cimento sedativo. Sinais e sintomas de que o nervo foi afetado são: dor persistente com quente, frio ou doce; dor ao morder ou mastigar; formação de abscesso; sensação de dente crescido. O que é um tratamento de canal? Seu dentista utilizará tal tratamento para tratar problemas do núcleo do dente (polpa dentária). Antigamente, quando o dente era afetado em sua polpa, o dente era necessariamente retirado.

Consulte sempre seu dentista

Hoje tal procedimento é considerado um absurdo odontológico, apesar de ainda ocorrer frequentemente junto à população de baixa renda que não tem condições de arcar com o custo do tratamento. O que é a polpa? É um tecido mole que contém nervos, vasos sanguíneos e tecido conjuntivo. Ele se encontra dentro do dente, se estendendo da coroa do dente até a ponta de sua raiz. O que acontece se a polpa é afetada? Quando a polpa está doente ou infectada e não pode curar-se a si mesma, ela morre. As causas mais comuns da morte da polpa são as cáries profundas ou a quebra do dente.

“Antigamente, quando o dente era afetado em sua polpa, o dente era necessariamente retirado.”

Estes dois problemas, em ocorrendo, permitem que bactérias entrem na polpa, o que causa uma infecção dentro do dente. Deixado sem tratamento, o canal se encherá de secreção, assim como o osso da mandíbula ou do maxilar, formando uma bolsa de pus chamada de abscesso. O abscesso pode ocasionar danos no osso ao redor do dente.

Autor: @nantes

Comentários estão fechados.

Av. Elísio Cordeiro de Siqueira, 867 - São Paulo TEL.: (11) 3904 1151